Cominho – popular nas culinárias indiana, mexicana e do oriente médio. De acordo com o Aiurveda é um tempero refrescante. Auxilia a digestão e a eliminação de toxinas do corpo. As sementes de cominho podem ser usadas moídas ou inteiras, cruas ou torradas. Quando cruas sua coloração é marrom, intensificada quando fritas rapidamente (sauté) em Ghee ou óleo. Cominho em pó e torrado tem uma coloração marrom intensa. Tanto torradas como sauté em Ghee ou óleo realçam seu aroma e sabor.Cominho combina bem com uma extensa gama de outros temperos em pó como: cúrcuma, erva-doce, coentro, gengibre e canela.

Cúrcuma (ou açafrão da terra) é um tempero importante no Ayurveda. É ubíquo (está em toda parte ao mesmo tempo) na arte da culinária Ayurveda. Conhecida por suas propriedades anti-inflamatórias. Esse tempero “todo milagroso” ajuda a desintoxicar o fígado, equilibra os níveis do colesterol, combate alergias, estimula a digestão, aumenta a imunidade e melhora a aparência em geral. Também é um antioxidante. O Ayurveda a reconhece como um tempero quente, amargo, pungente e de gosto adstringente.Cúrcuma é um tempero amarelo-laranja luminoso, e, usado em pequenas quantidades dá uma aparência e cor rica para arroz branco cozido, batatas, lentilhas amarelas.etc. Adicione-a à água na qual o alimento está sendo cozido. Combina bem com outros temperos como cominho, coentro, pimenta caiena e erva-doce. A cúrcuma pode manchar tecidos e outros materiais, portanto manuseie com cuidado. Cúrcuma auxilia na prevenção do câncer. Cúrcuma, uma planta da família do gengibre, pode prevenir alguns tipos de câncer como leucemia, de próstata, de pele e de cólon.

Erva doce é outro tempero refrescante. De acordo com o Ayurveda, a erva-doce é extremamente boa para a digestão. Na Índia, é comum comer um punhado de suas sementes após as refeições. As sementes de erva-doce têm gosto adocicado e quando moídas são ideais para molhos, também podem ser fritas rapidamente (sauté) em Ghee ou óleo e acrescentadas a pratos de legumes.