Descobri sua página por acaso faz mais ou menos um ano. Sua maneira de pensar clareou minha percepção para muitas coisas ao meu redor. Nesta mesma época estava passando por uma fase difícil de minha vida na qual estava “hipnotizado” por drogas estimulantes.

Vivo no Japão, país no qual foi criado o estimulante químico mais forte da atualidade. Desde muito novo sempre fui tímido e um tanto falso comigo mesmo e com as outras pessoas. Seus ensinamentos, unidos aos da cultura japonesa, xintoísmo, budismo e o poder de imaginação e criatividade que os estimulantes proporcionam, temporariamente fizeram-me passar por várias experiências. Meu erro maior foi usar da química para alcançar isso, pois mesmo servindo de atalho, atrai muitas coisas negativas de uma vez só!! Teve uma época na qual sentia a tristeza, a dor das outras pessoas como se fossem minhas, tal como sentir energias negativas que não sei explicar de onde vinham. Penei como nunca tinha penado antes, pensei em morrer, cheguei perto várias vezes, senti uma força destruidora enorme dentro de mim, minha imaginação negativa criava situações cada vez mais drásticas para minha pessoa, percebi a lei do karma, senti o amor da natureza.

Depois de estabilizar minha psique, cheguei a achar que tudo não passou de alucinação, porém mesmo sóbrio tive provas do contrário e hoje resolvi agradecer você por ter passado um conhecimento tão precioso para mim e para os que estão à minha volta.

Sobre o povo japonês, tive a sorte de conhecer pessoas que posso afirmar serem samurais e gueixas. O passado deste povo é fabuloso, um povo de xamãs que antigamente todos eram vegetarianos e a crença não difere muito dos índios brasileiros ou dos maias. A língua japonesa esconde um conhecimento chinês milenar. Uma moça com seus 30 anos e com um nome que significa “aroma de sabedoria”, conheci em 24.04.2005. Para impressioná-la mostrei uma de suas viagens sobre sedução, me relacionei com ela, me fascinei por ela, amei como nunca tinha amado antes e ela hoje tem tatuado nas costas sua viagem, traduzida para o japonês. Espero que não se importe por não avisar antes. Por ela tive contato com algo diferente de tudo que senti até hoje, o universo falando por sinais, tive a impressão de conhecê-la muito antes de ter nascido, tal como recebi vários sinais que não deveria insistir ficar com ela e por insistir muita coisa errada aconteceu.

Mudei muito desde então, porém ainda tenho alguns conceitos nocivos a mim e aos outros, talvez por não entender direito meu universo. Entendo que pensar demais sem concluir tem afetado a mim e aos demais à minha volta. Não entendo como isso pode acontecer, como minha intenção, sentimento, podem criar uma realidade tão concreta em proporção tão grande? Me maravilho cada vez mais pela natureza e sinto seu amor incondicional, sua sabedoria fluir por toda parte, porém as energias das pessoas me confundem muito. Muito obrigado por tudo Hervé!