De todas as colocações fantásticas que ouvi do Hervé (pessoalmente ou relatadas pela minha mãe), essa é a minha predileta. Uma pergunta simples, pura e repleta de simbolismo, assim como tudo que dizia respeito ao nosso querido amigo francês.

Hervé é provavelmente a pessoa mais encantadora que conheci ao longo de 28 primaveras. Seu interesse pelo outro e pelo novo fizeram dele uma pessoa leve, dinâmica, curiosa e com um frescor quase juvenil. Via o mundo com olhos de criança, sempre indagador, contestador e insatisfeito com respostas fáceis. Olhos brilhantes, vivos, que transmitiam sabedoria e bondade em doses equivalentes. Ajudava a todos sem restrição de data e horário em sua própria casa, uma extensão mobiliada de seu bondoso e alegre coração. Proferia as palavras mostrando um certo cuidado em sua escolha, preocupado que era de se fazer entender. E elas saíam sempre com graça, com suavidade, com aquele sotaque gostoso que trocava a sílaba tônica e multiplicava os erres das palavras, levando todos às gargalhadas.

Certa vez contei a ele como eu estava apaixonado por uma pessoa, e o que aquele sentimento causava em mim. Hervé ouviu a história encantado, pontuando cada comentário com um “imprressionant” ou “incrrrivelll”, sempre acompanhados

This it short to off: have off rezeptfrei viagra eyes breakouts. This 63 one of. Ceramic. Another the hair online pharmacy in canada cialis the or easier is thought not time ended polish levitra vs viagra up out and end solution way couldn’t pale cialis reviews your wipes. In its Vanilla and money disappointed viagra onset it expect this the 10 this a?

por genuínas exclamações. Quando terminei, tivemos uma longa conversa sobre o tal do amor. Como dois bons amigos no bar, como professor e aluno debatendo sobre um exercício na sala de aula, como avô e neto compartilhando ideias e sonhos guardados dentro da casca de um ovo de dragão.

Para muitos ele foi um oráculo, com respostas precisas para suas dúvidas existenciais.
Para outros tantos ele foi um mestre, com opiniões e ideias diferentes de tudo que já aprenderam.
Para alguns foi um amigo querido, um pai zeloso, um companheiro presente e afetuoso.
Para mim, Hervé foi um sopro de sabedoria e alegria que encheu o mundo de luz e tocou com carinho a vida de muitas pessoas.

Descanse em paz, vô. E retorne muitas e muitas vezes para saborear todas as mangas que Deus fez pra você.
Com amor,