As harpias (Harpia harpyja), também conhecidas como Gavião-real ou cheap online pharmacy Uiraçu-verdadeiro, são consideradas as aves de rapina mais fortes do planeta. Com envergadura (comprimento das asas abertas, tomado da ponta de uma asa até a da outra) de cerca de 2m e com força inigualável, são aves majestosas que sempre impressionaram os humanos. Elas foram nomeadas Harpias pelos primeiros exploradores da América central que se inspiraram nas estórias da mitologia grega. Segundo esses mitos, as harpias online viagra eram mensageiras dos deuses (criaturas monstruosas, meio mulheres meio águias) enviadas para a terra para castigar os mortais que tivessem cometido crimes graves. Para os indígenas, o Uiraçu representa a personificação do cacique da tribo, é considerado mãe de todas as aves e o espírito mais valente da floresta. São capturadas ainda filhotes e mantidas presas em uma gaiola no centro da tribo, como símbolo de poder do cacique.

O nome desta espécie de ave foi inspirado na lenda da Mitologia Grega segundo a qual as harpias eram… “Monstros horrendos com cabeça de mulher e corpo de ave, com penas mais resistentes que o aço e, portanto, impossíveis de serem destruídas. Foram criadas pelos deuses para castigar o rei Fineu – da Trácia. Os deuses cegaram Fineu e enviaram as Harpias para roubar seu alimento cialis online sempre que ele tentava comer algo. Jasão expulsou as Harpias da Trácia e em troca Fineu revelou a ele o segredo da passagem pelas rochas flutuantes, na aventura em busca do Velo de Ouro.”

Em alguns estados brasileiros, a harpia é considerada extinta ou criticamente ameaçada; sendo menos ameaçada na Amazônia. É uma das espécies de ave mais rara da América Latina. Que tal conhecer um pouco mais sobre este poderoso animal? Características gerais Tem cabeça e olhos relativamente pequenos voltados para frente e um característico topete acinzentado com uma crista de duas penas negras de fácil visualização. Como nas corujas, essa espécie tem um disco facial de penas menores que servem para direcionar as ondas sonoras, aumentando assim a capacidade auditiva da ave. O adulto tem um colar negro bem evidente. A cauda, que pode atingir 2/3 do comprimento da asa, tem três faixas cinza-escuros.

Estas aves apresentam dimorfismo sexual, ou seja, machos e fêmeas têm características físicas que os diferenciam morfologicamente. O macho é bem menor, atinge should i take viagra cerca de 60cm de altura e pesa em torno de 5Kg; enquanto a fêmea pode chegar a 90cm e pesar entre 7,5 e 9Kg. As asas são curtas e redondas e a cauda é longa, especialização aerodinâmica própria para facilitar as manobras quando em vôo dentro da mata fechada. A envergadura (medida das asas abertas) pode chegar a dois metros. As pernas são curtas e grossas, os tarsos e os dedos são muito fortes. As garras tem até 7cm de comprimento (hálux) e são maiores do que as do urso-pardo americano (Ursus pardus). O bico negro é robusto e desenhado para rasgar a carne de suas presas.

Alimentação e reprodução – Estas aves são predadoras extremamente eficientes. Alguns estudos na Amazônia indicam que um indivíduo adulto pode caçar entre 250 e 300 animais (primatas, grandes aves e preguiças) por ano. São carnívoras, topo de cadeia alimentar e não tem nenhum inimigo natural, sendo ameaçadas apenas pelo homem. Com suas garras poderosas e sua grande força, a fêmea é capaz de viagra hearing loss capturar mamíferos de tamanho médio como um bicho-preguiça (Bradypus sp.) de até 6Kg ou então um macho adulto de macaco Bugio (Alouatta seniculus) com 6,5Kg como observado no Acre. Além destas presas, a fêmea pode capturar macacos-prego (Cebus sp.) e filhotes de veado, entre outros. Já o macho, menor e mais ágil, captura presas menores e mais rápidas, como seriemas, tatus e cachorros-do-mato. Os espinhos dos ouriços (Coendou) não são empecilho para as harpias. Elas também podem se alimentar de cobras, moluscos, crustáceos, peixes e outras aves.