Nosso universo é feito de dois tipos de energia: físico-material e espiritual-metafísica. Cada uma é governada por leis universais que governam a todos nós, acreditemos e entendamos – ou não. Algumas leis do mundo físico são a gravidade, a 3ª de Newton e a entropia. São leis absolutas, sem emendas. Iguais para todos, sem discriminação.

Há também leis espirituais como a lei do karma ou espiritualidade e a lei da atração. Nosso mundo físico é maravilhoso, mas a maior maravilha é a mente humana. Tudo o que vemos, primeiro surge na mente. Quando a mente trabalha com a matéria, cria maravilhas: artes, arquitetura e todas as ciências. Devemos concentrar esse poder em nós, para obter maravilhas na vida. Nossa mente sempre influencia o que fazemos. Nós nos tornamos o que pensamos. Tudo o que vem a nós foi atraído com o poder de nosso pensamento, através de imagens na mente. Sejam pensamentos positivos ou não. Cada pensamento é válido porque é real.

No mundo físico os opostos se atraem, mas no espiritual ocorre o inverso: são os semelhantes que se atraem. Atraímos pensamentos semelhantes aos que geramos. Somos imãs poderosos com força magnética e emitimos vibrações pelos pensamentos. É preciso ter claramente na mente o que queremos e manter, segurar. O pensamento do que se quer deve ser mantido firme para chegar até as mãos. Quando está claro, invocamos. Essa é a lei universal da atração. A vida atual é reflexo dos pensamentos passados: bons ou não. Atraímos o que mais queremos: o que mais pensamos atrai acontecimentos.

 Quatro palavras mágicas: pensamentos se tornam coisas. No Raja Yoga isso é enfatizado. A técnica de meditação é manter pensamentos sempre positivos. Quando pensamos, irradiamos no universo e atraímos na mesma freqüência. É como um eco. O que sai de nós, volta para a fonte (nós mesmos). Ex.: a TV tem vários canais com diferentes freqüências. Vemos imagens conforme o canal escolhido. Para mudar as imagens é preciso mudar de canal (de freqüência). Somos torres de transmissão humana. As imagens que vemos são as da nossa vida. Podemos mudar quando, quanto e como quisermos. É questão de escolha.

Nossos sentimentos estão de acordo com os pensamentos que selecionamos. O processo de pensar deve estar sempre desperto, para não sermos “levados” por pensamentos indesejados. A meditação desperta o intelecto, que monitora os pensamentos. Se pensar que tenho muito/pouco, terei! O problema está em que a grande maioria das pessoas pensa no que não quer e assim atrai o que não deseja. A lei da atração é absoluta, não se engana. Não julga se é bom ou não; simplesmente corresponde.

No Raja Yoga se diz: “pense antes de pensar”. Dominamos o pensamento com a meditação. Observemos nossos sentimentos para saber nossos pensamentos. Ambos criam nossa vida e podemos mudar o que quisermos. É muito importante nos sentirmos bem: assim atraímos boas coisas. O poder do pensamento é como a lâmpada de Aladim, com o gênio que realiza desejos.

 Para mudar a vida, é preciso mudar pensamentos e sentimentos. Cinco métodos:

  1. Gratidão – tem poder mágico. Fazer lista de tudo o que pode agradecer na vida. Isso atrai mais. Quando agradecemos, é como se já tivéssemos recebido: sentimos que já temos e emitimos a gratidão no universo.
  1. Visualização – é como materialização. Focar os pensamentos em imagens. O que cria de verdade é o sentimento, não apenas as imagens. O que a mente concebe, é capaz de alcançar. Tem que haver muita clareza para sentir que já está alcançando.
  1. Amor próprio incondicional – tratar-se como quer os outros o/a tratem. Somos a pessoa mais importante de nossa ávida. Só assim mudamos o que está à nossa volta. Devemos nos amar e respeitar acima de todos. Ter tempo de qualidade para nós. As pessoas sempre nos tratarão como nos tratamos.
  1. Relacionamentos – não estão funcionando bem. Cuidado com queixas, críticas, reclamações, insatisfação. Todas as pessoas têm qualidades positivas e negativas. Concentrar no que gosta de cada uma. Senão, atraímos justamente o que não gostamos nela. Fazer lista de tudo o que gosta nas pessoas mais próximas e de razões para apreciá-la. Assim emitimos essa vibração a recebemos mais o que gostamos.
  1. Elogiar e abençoar – a si, a tudo e a todos. Isso atrai mais do bom. Desejar sempre o melhor com o coração. Assim as negatividades se dissolvem. Elogiar e abençoar os adversários. Assim teremos percepção em relação a nós mesmos.

Aceitando nossa responsabilidade podemos mudar: poupar pensamentos. Eles são como sementes. Com a meditação diminuímos a velocidade e a freqüência dos pensamentos. Eles devem ser nossos melhores amigos, pois estão sempre conosco. Ensinar a mente a pensar devagar, bem e positivamente. Assim nos tornaremos mestres de nossos pensamentos e diretores de nossa vida. Assim faremos do mundo um lugar melhor para viver.